Sônia Stheling

Sônia Stheling

Por Wal Souza - Sônia Stehling tinha sorriso largo e olhar flerteiro. Quando dizia os seus versos, olhava sorrindo para o seu público. Encontrou no Sarau da Lagoa do Nado, o motivo para a vizinhança porta a porta de tantos anos. Não faltava a nenhum encontro preparativo, bem como, ia ao sarau toda última quinta-feira do mês. Lá, ficava entre os jovens, visionários, carbonários e revolucionários cantando os seus versos de amor.